O Autor dentro da BD (I) - Goscinny e Uderzo

Universo Paralelo - O Autor dentro da BD


O Autor dentro da BD (I) - Goscinny e Uderzo


À esquerda: cena publicada em 7 de Fevereiro de 1963, na revista 'Pilote', do nº 172 a 186.
No centro: em imagem real, antiga, Goscinny  e Uderzo
À direita:  Goscinny e Uderzo partipam na banda desenhada no papel de autores em busca de tema


Inicio aqui um tema que acompanho há bastantes anos com muita curiosidade: a frequência com que os autores se auto-incluem como personagens nas suas próprias bandas desenhadas.

Exemplo que seleccionei para arranque do que classifico como universo paralelo: vamos encontrar a imagem do já falecido argumentista René Goscinny, ao lado do desenhador seu amigo, Alberto Uderzo, como personagens, a contracenar com um sujeito desconhecido, de nome Obélisc'h, estranhamente parecido - aliás, dir-se-ia um clone - com o famoso Obélix, bem conhecido, muito bem conhecido mesmo, dos dois amigos.

Este episódio, engraçadíssimo, aparece pela primeira vez em Portugal no álbum 'Astérix e o regresso dos gauleses' (editado em Novembro de 2004), criado pela imaginação fértil de Goscinny. Claro que para concretizar visualmente a ideia, lá estava o talento de Uderzo, ambos a brincar com a incrível hipótese de encontrarem, numa época muito posterior (nos carismáticos anos sessenta) um descendente de Obélix, agora marinheiro, fumador de cachimbo, senhor de uma força hercúlea tal como o seu antepassado, e com quem acabam por falar (outro momento altamente original: os autores em diálogo com a sua personagem!).

No mesmo volume acima mencionado há um 'gag' também a jogar com esta mesma ideia de colocar os próprios autores dentro da sua obra.

A cena (reproduzida na imagem acima à direita) passa-se numa esplanada, onde Goscinny e Uderzo, com uma bejeca cada um, puxam pela cabeça, sem que lhes ocorra qualquer ideia.

Muitas bejecas depois (duas pilhas de copos...) Goscinny, como argumentista privilegiado, acaba por ter uma ideia luminosa (lá aparece, sobre a cabeça dele, a lâmpada acesa, imagem recorrente nas convenções visuais da BD, a chamada 'metáfora visualizada'), que transmite em segredo a Uderzo, e ambos se partem a rir, vendo-se as respectivas onomatopeias, a darem ideia de gargalhadas estridentes.

O dono do café, desconfiado, agarra no telefone.

Na última vinheta vê-se uma ambulância a partir e, pelas gargalhadas que dela saem, percebe-se que os dois amigos vão lá dentro, muito contentes com o novo 'gag' em que vão trabalhar, e tão absorvidos nele que nem se apercebem do que lhes está a acontecer.

E nós, leitores/visionadores, ficámos sem saber qual o 'gag' que tanto os divertiu... Genial!
 


Devo dizer que, a partir do momento em que comecei a reparar nestes pormenores (e não foi este, que hoje descrevo, o primeiro) ocorreu-me estudar o tema, reunir bastantes exemplos, e utilizá-los como base para a edição de um fanzine sub-temático dentro da temática genérica da Banda Desenhada.

Só que, por vezes - cheguei a essa triste conclusão - as mesmas ideias surgem a pessoas diferentes, desconhecidas entre si, e separadas por grandes distâncias. Foi o que aconteceu.

Imagine-se a sensação desagradável que tive ao deparar-se-me um artigo a focar exactamente este tema num dos últimos números da 1ª série da revista 'Vécu'!

Mas, pronto, o desgosto já passou. E como me têm surgido outras ideias para fanzines, e agora até tenho um blogue, vou a pouco e pouco desenvolver esta ideia que, para mim, tem algo de fascinante.


SUGERIMOS AINDA QUE VEJA
artigos nesta categoria

O Autor dentro da BD (II) - Esgar Acelerado e João Maio Pinto
O Autor dentro da BD (II) - Esgar Acelerado e João Maio Pinto

João Maio Pinto, o desenhador, coça a cabeça, (ler mais)



Envie-nos a sua mensagem

Nome:
Email:

Telefone (opcional mas também importante)
Confirmação - Escreva o seguinte número: 2597

Mensagem